Como escrever superando o bloqueio: Aplicando uma estratégia

Por Vinicius Braga 22 de August 2016

Eu pensei uma estratégia de escrever e estou pondo em prática.

Sempre desejei escrever mais. Leio tudo que aparece sobre técnicas de escrever e mesmo assim sempre me deparo no "vazio de palavras". Até que eu li às 8 regras de escrever do Neil Gaiman, não que tenha alguma novidade ali, mas a leitura dela acabou evidenciando o problema sobre escrever: O problema sobre o ato de escrever é não escrever.

Tudo se desenvolve com a prática. A resposta para melhorar a escrever passa por permanecer escrevendo.

Então onde chegamos? A minha estratégia consiste em continuamente escrever e quando ocorre um visível bloqueio, aquele vazio de palavras que só quem deseja escrever sabe que estou falando, devemos recomeçar em uma outra parte onde lembramos que podemos avançar.

Uma das técnicas mais conhecidas de escrever um texto é de listar os tópicos dos assuntos que deseja desenvolver no texto. Na realidade, esses tópicos também são formados por outros tópicos distintos, ou apenas um parágrafo, que permita você ficar satisfeito com esclarecimento da ideia. O que proponho é, quando ocorre esse "esvaziamento de palavras" sobre o assunto que estava escrevendo, você deve procurar a existência de outro tópico no texto que você se sinta mais estimulado a escrever, ou mesmo, que tenha já alguma ideia como desenvolvê-lo, mas que não tinha começado por ele.

O desenvolvimento desta nova área do seu texto tem o efeito obrigatório de refletir, enquanto você escreve, na outra parte do texto que você tinha abandonado. E com isto você continua desenvolvendo e descobrindo a necessidade de novas pesquisas que faz necessária para continuar escrevendo, ou mesmo o gatilho de uma ideia que permita a voltar a escrever onde você tinha parado.

Na realidade, nem sempre é fácil escrever continuamente sobre um assunto, mesmo em outro tópico deste assunto. Existem momentos que são como se nunca tivéssemos tido a ideia de escrever aquele texto. Então nada aparece para representar o nosso desejo de exposição das ideias que estávamos interessados. E isso pode evidenciar uma verdade dolorosa: não sabíamos nada além do que já escrevemos, e descobrimos ignorantes sobre o tema que estávamos escrevendo e precisamos pesquisar mais. Ou fantasiar mais.

Neste momento, já saímos do porto seguro da intenção de escrever, e já estamos no mar de desafios que precisamos atravessar para alcançar o nosso destino.

E quando acontece de nenhum tópico ajudar em nossa contínua necessidade de escrever? Bom, isso fica para outra carta. Até a próxima.

Comente e compartilhe sua ideia